Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
  SetaSALA DE IMPRENSA FB
 
 
Release
Bookmark and Share      

17/09/2020 - 09:48 - Texto & Cia Comunicação
SBH pede ao Ministério da Saúde levantamento sobre COVID-19 em pacientes de hanseníase
SBH pede ao Ministério da Saúde levantamento sobre COVID-19 em pacientes de hanseníase - TEXTO & CIA COMUNICAÇÃO

Dados ajudarão em ações para minimizar danos sofridos pela população afetada pela doença ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
A Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH), entidade com 72 anos de atividade, solicitou levantamento sobre pacientes de hanseníase atingidos pela COVID-19 ao Ministério da Saúde. Ofício assinado pelo presidente da SBH, dermatologista Claudio Salgado, foi enviado no último dia 8 de setembro à coordenadora-geral de Vigilância das Doenças em Eliminação, Carmelita Ribeiro Filha Coroliano.

No documento, Salgado alega que o Brasil possui um dos mais qualificados sistemas de informação, conhecido como SINAN (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), que o Ministério da Saúde detém os dados sobre a pandemia do novo coronavírus e que a hanseníase é uma doença que acomete fortemente populações em estado de vulnerabilidade.

“Estes dados poderão ajudar tanto os médicos e outros profissionais de saúde envolvidos no tratamento e acompanhamento de pacientes de hanseníase, bem como os movimentos sociais e ONGs que, em reconhecendo o tamanho do problema, poderão auxiliar no sentido de minimizar os danos sofridos por esta população”, argumenta o presidente da SBH no ofício.

O paciente de hanseníase em tratamento deixa de transmitir a doença. O tratamento pode durar de 6 meses a 1 ano, podendo se estender conforme a gravidade dos casos e a resposta do paciente à medicação. Com a falta de medicamento, que é à base de antibióticos, o paciente tem seu quadro de saúde comprometido, com dores, surgimento ou agravamento das sequelas e ainda coloca em risco familiares e a sociedade pela transmissão do bacilo causador da hanseníase.

O Brasil perde apenas para a Índia em número de casos de hanseníase e recentemente tornou-se o campeão em taxa de detecção (número de diagnósticos por 100.000 habitantes).

Leia aqui a íntegra do novo ofício enviado ao Ministério da Saúde.
Data de inclusão: 17/09/2020
Fone: (16) 39162840
Contato: Bruna
Empresa: Texto & Cia Comunicação
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Saúde ]
Este Release foi visto 76 vezes

 

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
 
 
 
 
 
 
 
 
   
   
       
       
       
 
       
 
Institucional Quem Somos
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook
Linkedin
Twitter
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.