Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
  SetaSALA DE IMPRENSA FB
 
 
Release
Bookmark and Share      

16/08/2019 - 09:55 - #Mac Comunicação e Marketing
50ª Semana Padre Bento Dias Pacheco, o Santo de Itu
50ª Semana Padre Bento Dias Pacheco, o Santo de Itu - #MAC COMUNICAÇÃO E MARKETING

A comemoração da 50ª Semana Padre Bento Dias Pacheco acontece de 11 a 18 de setembro de 2019, quando serão festejados os 200 anos de nascimento do Apóstolo da Caridade.

A vida do Padre Bento entre os leprosos de Itu é o milagre mais espantos ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
A comemoração da 50ª Semana Padre Bento Dias Pacheco acontece de 11 a 18 de setembro de 2019, quando serão festejados os 200 anos de nascimento do Apóstolo da Caridade.

A vida do Padre Bento entre os leprosos de Itu é o milagre mais espantoso que o Brasil pode apresentar ao Vaticano. A Europa já teve o seu grande herói da caridade na pessoa do Padre Damião, o sacerdote belga que viveu entre os leprosos da distante ilha Molokai e morreu da doença e se tornou santo da Igreja Católica.

Padre Bento já é Santo e muito Santo no conceito popular, no meio de seus conterrâneos e de inúmeros devotos que acreditam na bondade divina que o imunizou da lepra e de qualquer outra doença, pois ele veio ao mundo para salvar vidas. Será o Santo herói da caridade do século XIX que viveu 92 anos e dedicou 42 anos de sua vida no amparo aos leprosos.

O servo de Deus Padre Bento Dias Pacheco nasceu em 17 de setembro de 1819, na Fazenda da Ponte, situada na comarca de Itu. Por conta da abundância de recursos financeiros, a família o incentivava aos estudos, desejando que se tornasse um doutor. Bento Dias Pacheco, entretanto, optou pelo sacerdócio, ordenando-se padre em 1840.

A sua maneira de tratar os escravos da região despertou a atenção das autoridades da comarca, que lhe convidaram para assumir o cargo de capelão do Hospital dos Lázaros (leprosos). O convite foi formulado duas vezes, e por duas vezes Padre Bento recusou a distinção, por conta do medo e do preconceito que existia à época em relação aos portadores da hanseníase.

Contudo, em 1869, Padre Bento decidiu se dedicar integralmente aos portadores do mal de Hansen (lepra), operando uma transformação profunda em sua vida. Vendeu todos os seus bens e distribuiu o dinheiro obtido aos pobres da região. Despediu-se de parentes e amigos, e foi morar na Chácara da Piedade, em Itu, local em que eram segregados os portadores da hanseníase, vítimas tanto da gravidade da moléstia quanto do radical preconceito e repulsa da sociedade.

O trabalho incessante de Padre Bento em prol desses necessitados perdurou, sem interrupções, até o seu falecimento, em 6 de março de 1911, na mesma chácara em que morou por quarenta e dois anos. Hoje, seu túmulo encontra-se no interior da igreja matriz da Paróquia Senhor do Horto e São Lázaro, no bairro que leva o seu nome.
Como é o processo de canonização

Em março de 2003, foi instalado pela Diocese de Jundiaí, o Tribunal Eclesiástico Diocesano para a Causa de sua Canonização. Atualmente está em processo de beatificação na Congregação pela Causa dos Santos, no Vaticano, à espera de um milagre para entrar na lista dos santos da igreja católica.

A reunião da Congregação já analisou a Positio (documento canônico misto de relato biográfico e das virtudes e resumo dos testemunhos do processo). A validação da Positio é considerada pelo Direito Canônico tão importante quanto a comprovação de um milagre.

Etapas a cumprir
1 – Servo de Deus – o candidato recebe esse título assim que o Vaticano abre o processo de canonização.
2 - Venerável – ele passa a ser venerável quando Roma reconhece, na biografia do candidato, uma trajetória iluminada, virtudes heróicas e fama de santidade em vida, na morte e depois da morte.
3 – Beato – Depois que o Vaticano aceita o primeiro milagre, o candidato é beatificado.
4 – SANTO – Só se torna santo quem faz um segundo milagre depois da beatificação.

Qual a diferença entre a Beatificação e a Canonização?

Com a beatificação a igreja permite que se preste culto público somente nas regiões onde ele viveu. Já na canonização este culto é estendido ao mundo inteiro. Antes as beatificações e canonizações ocorriam apenas no Vaticano. O Papa Bento XVI mudou a regra, permitindo que a beatificação ocorresse nos países dos beatos ou de origens.

Evento comemorativo aos 200 anos de Padre Bento

Palestras de Tarsilinha do Amaral e Dra. Ana Cláudia Quintana Arantes.
Tema: Consciência transformadora, o cuidado em semear através dos séculos.
11 de setembro de 2019 - quarta-feira – das 18 às 22 horas
Auditório da Prefeitura da Estância Turística de Itu – Av. Itu 400 anos, nº 111.
Evento gratuito – Inscrições (11) 2715-7215 ou www.oncoitu.com.br/eventos
Vagas limitadas.




www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br
Data de inclusão: 16/08/2019
Fone: (11) 5521-3483
Contato: Raul Machado
Empresa: #Mac Comunicação e Marketing
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Comportamento][Eventos][Turismo ]
Este Release foi visto 152 vezes

Administração Municipal de São Paulo

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
Contém1gr
 
 
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.