Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

09/10/2018 - 11:49 - kakoi
O profissional deve aceitar um cargo menor que sua qualificação?
O profissional deve aceitar um cargo menor que sua qualificação? - KAKOI

Uma coisa é certa: para esta decisão importante é necessário ter equilíbrio, planejamento e autocontrole. O correto é pensar na sua carreira e não em como o mercado vai perceber as suas escolhas.  ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
Na hora em que as contas estão chegando, muitas pessoas acabam aceitando uma vaga diferente daquela que pretendia - e se preparou tanto - muitas vezes um cargo até inferior.

Será que vale a pena aceitar este desafio? Difícil responder, mas vai depender muito das características do trabalho ofertado e do momento vivido pelo profissional.
Uma coisa é certa: para esta decisão importante é necessário ter equilíbrio, planejamento e autocontrole. O correto é pensar na sua carreira e não em como o mercado vai perceber as suas escolhas.
Confira quatro dicas que Sergina Maria da Silva, assistente de Rotinas Trabalhistas da RH NOSSA, para quem está pensando em aceitar este desafio:
Mantenha a calma
Evitar o desespero inicial é o melhor começo da mudança. Para tanto, é preciso planejar muito bem como será este novo trabalho, caso contrário qualquer decisão mais afobada pode ser frustrante:
\"Não adianta aceitar uma proposta em que o profissional não se sinta confortável e não vá conseguir desempenhar suas tarefas adequadamente. A possibilidade de se frustrar e perder este emprego é altíssima.\"
Importante é planejar
Uma proposta para trabalhar em um local onde as atividades e salário estarão abaixo do que se pretendia só pode dar certo se houver um plano de ação:
\"Listar quais serão os próximos passos é a chave para este recomeço ser adequado. Um bom começo é definir quais ofertas menos rentáveis esta pessoa poderá aceitar no médio e longo prazo.\"
De olho nas finanças
Fazer um estudo financeiro também precisa estar no radar. Somente desta maneira o profissional poderá entender o quanto ele pode aceitar com um salário mais baixo:
\"Estamos falando de uma nova realidade, por isso é interessante adaptar um novo padrão, mesmo padrão de gastos.\"
Negocie sempre
Fazer uma contraproposta é uma boa maneira de negociar uma mudança deste porte. É saudável mostrar ao novo empregador que você está aberto à diversos valores e essa atitude pode trazer bons resultados:
\"É fato! O empregador precisa de colaboradores. Se a sua negociação está adiantada, as chances de um bom salário ou melhores benefícios são grandes.\"

Sobre a RH NOSSA
Criada em Curitiba no ano de 1993, a NOSSA se dedica em buscar soluções para contratação de pessoas para contratações efetivas, trabalhos temporários e terceirização de pessoal. Os profissionais são especializados em definir as melhores estratégias, de acordo com as necessidades da empresa-cliente. O leque de serviços abrange todo o processo de recrutamento, seleção, orientação e contratação de profissionais para trabalhos permanentes e temporários. Além disso, desenvolve projetos especiais. A NOSSA cuida do recrutamento, de todo o processo legal das contratações e também do gerenciamento das equipes.

Foto: Pxhere

Fonte: KAKOI Comunicação
www.kakoi.com.br
Data de inclusão: 09/10/2018
Fone: (41) 97435968
Contato: Aroldo Antonio Glomb Junior
Empresa: kakoi
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Geral][Recursos Humanos ]
Este Release foi visto 311 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping

 

saibamais

 

Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.