Escrever Bem

   
Pautas INCorporativa
FB   SetaRANKING SetaSala de imprensa SetaBusque Assessorias
 
 
Release
Bookmark and Share      

09/06/2014 - 16:12 - #INCorporativa*
Campanha faz alerta para a preservação da Língua Portuguesa
Campanha faz alerta para a preservação da Língua Portuguesa - #INCORPORATIVA*

Ação cultural terá início no próximo 10 de junho, data em que se comemora o Dia da Língua Portuguesa ...

Siga as #pautas no Facebook e Twitter         www.pautas.incorporativa.com.br
Ribeirão Preto, 09 de junho de 2014 – Ás vésperas de o Brasil sediar a Copa do Mundo de 2014 e de recepcionar turistas de todas as partes do globo, o país já abriga uma efervescência de sotaques e línguas, todos unidos em torno do maior evento mundial de futebol. Neste cenário, o destaque, com direito à bandeira de várias cores, vai para a Língua Portuguesa – afinal são quase 200 milhões de brasileiros falando o idioma, que tem até data oficial de comemoração, no próximo dia 10 de junho. Mas não são só brasileiros que vão torcer em Português, outros povos gritarão por seus times num só coro e, para surpresa de muita gente, com um bom nível de entendimento – já que o Português é a 5ª língua mais falada em todo o mundo. Para comemorar o dia, o “Criar Língua Portuguesa e Redação” lança a campanha “Preserve a Língua Portuguesa”. A campanha tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância do nosso idioma.

A campanha tem início no dia 10 de junho, data em que também se comemora o aniversário de 23 anos do Criar – sistema de ensino. O atrativo da ação, de cunho cultural, a campanha faz alusão aos animais que estão em extinção, como baleias, pandas, gorilas e tartarugas – estilizados tal como palavras que têm conexão direta com a língua. São elas: vocábulo, sintaxe, concordância e estrutura. A campanha será apresentada tanto pela internet como por meio de ações nas ruas de Ribeirão Preto e em cidades onde há unidades do Criar, em escolas, livrarias e espaços de cultura, mas não se limita apenas à próxima terça-feira. Ao longo deste ano, serão organizadas palestras, distribuição de brindes e uma série de ações para chamar a atenção das pessoas para o tema.

A proposta da campanha é mostrar, de forma lúdica, que a Língua Portuguesa sofre maus tratos como os animais. A ação “Preserve a Língua Portuguesa” também significa “Preservar a natureza”, brinca o professor Luiz Cláudio Jubilato, diretor do Criar. Segundo ele, as pessoas não se preocupam mais em falar e escrever corretamente. “O mundo é traduzido por palavras e todos nós, falando o Português, utilizamos a língua para revelar o nosso universo. No entanto, as pessoas estão cada vez menos preocupadas com o falar e escrever o nosso idioma, principalmente os internautas”, destaca.

Longe de criticar os neologismos criados para divertir e entreter quem se expressa de diversas maneiras nas redes sociais, a campanha “Preserve a Língua Portuguesa” pretende mostrar que o idioma Português pode sim ser móvel e flexível, pois há diversas variações do Português. Jubilato esclarece: o que preocupa é o desprezo pela norma culta . “O que esperamos é que haja muitas variações da Língua Portuguesa a partir da internet, de outras línguas, mas ao mesmo tempo, que exista também a preocupação em estudar as variantes regionais. A escola, no entanto, tem a obrigação de estudar as regras da norma culta”, diz.

A língua culta, também conhecida como erudita, é a mãe de todas as demais variações do idioma. O professor alerta: estudar a gramática culta é fundamental, embora ela seja desvalorizada pelas pessoas. “Temos muitas Línguas Portuguesas no Brasil e no mundo. São línguas de diversos cantos com sabores, cheiros, usos e costumes que são a variação de uma língua mestra”, informa Jubilato, explicando ainda que a busca por essa língua culta está cada vez mais escassa. “Há uma lenda de que a nossa língua é muito difícil e por isso as pessoas acabam deixando o aprendizado de lado. Mas na verdade, nossa língua não é complicada, ela é plural”, diz.

As ações da campanha terão o objetivo de conscientizar a população em geral sobre a importância da escrita discursiva, visto que a digitação tomou conta da vida cotidiana de estudantes, trabalhadores, jovens, crianças e de pessoas de todas as idades. “Quem escreve com caneta e papel, tal como se fazia com vontade há a algum tempo, estuda duas vezes. Com o uso exagerado da digitação, a maioria das pessoas não presta atenção ao que escreve e o corretor automático faz o trabalho que o dicionário deveria fazer”, diz Jubilato.

A Língua Portuguesa no mundo
O Português é um idioma que viajou por todos os cantos do mundo e, por isso, se tornou a língua oficial de muitos povos. Com aproximadamente 280 milhões de falantes, trata-se da 5ª língua mais falada no mundo todo, a 3ª mais falada no hemisfério ocidental e a mais falada no hemisfério sul da Terra.
A Língua Portuguesa tem origem românica flexiva no galego-português,falado no Reino da Galiza e no norte de Portugal. A parte sul do Reino da Galiza se tornou independente, passando a se chamar Condado Portucalense em 1095 (um reino a partir de 1139). Enquanto a Galiza diminuiu, o Portugal independente se expandiu para o sul (Conquista de Lisboa, 1147) e difundiu o idioma, com a Reconquista, do sul de Portugal e, mais tarde, com as descobertas portuguesas, para o Brasil, África e outras partes do mundo. Por conta de sua abrangência, a língua influenciou várias outras.
O espectro de sua influência é comprovado pelo fato de é hoje a língua oficial da União Europeia, do Mercosul, da União de Nações Sul-Americanas, da Organização dos Estados Americanos, da União Africana e dos Países Lusófonos. É também a língua da maioria da população de Portugal, Brasil,São Tomé e Príncipe e Angola. Recentemente, em 2010, a Guiné Equatorial fez um pedido formal de adesão plena à CPLP e deve adicionar o português como terceira língua oficial (ao lado do espanhol e do francês), já que esta é uma das condições para entrar no grupo.
Apesar de apenas 6,5% da população de Moçambique ser formada por falantes nativos do Português, o idioma é falado por cerca de 39,6% dos moçambicanos. A língua também é falada por 11,5% da população da Guiné-Bissau. Não existem dados disponíveis relativos a Cabo Verde, conforme Censo de 1997, mas quase toda a população é bilíngue, sendo os cabo-verdianos monolíngues falantes do crioulo cabo-verdiano.
Há atualmente significativas comunidades de imigrantes falantes do português em muitos países como Andorra, Austrália, Bermudas, Canadá (0,72% ou 219.275 pessoas segundo o censo de 2006), Curaçao, França,Japão, Jersey, Luxemburgo, Namíbia, Paraguai, África do Sul, Suíça, Venezuela e até nos Estados Unidos - principalmente em Nova Jersey, Nova Iorque e Rhode Island.
Em algumas partes do que era a Índia Portuguesa, como Goa e Damão e Diu,o Português ainda é falado, embora esteja em vias de desaparecimento.


Criar – Língua Portuguesa e Redação

Fundado há 23 anos pelo professor de Língua Portuguesa e Redação, Luiz Cláudio Jubilato, hoje mantenedor e diretor geral da instituição, o Criar é pioneiro no desenvolvimento de um Sistema de Ensino de Língua Portuguesa apostilado, com conteúdo complementar atualizado ao longo do ano, tanto na escrita quanto na compreensão de textos, ferramentas indispensáveis para um bom desempenho na escola, nos vestibulares e principalmente, na carreira.

A marca Criar é também conhecida por ser promotora de eventos culturais, como o Festival e a Mostra de Língua Portuguesa, que já foram realizados em várias cidades do Estado de São Paulo. O Criar realiza eventos de cunho complementar aos estudos, como palestras, mesas redondas, semanas de estudos, além de encontros como o Cine Criar e bate papos literários, o que dinamiza a produção do sistema.

Atendimento à Imprensa
Verbo Nostro Comunicação Planejada –Tel. (16) 3632-6202/ 3610 8659
Jornalistas responsáveis
Luciana Grili (16) 9152 2707, Andréa Berzotti (16) 9138 6185, Valter Jossi Wagner (16) 9152 2700.
Colaboração: Leandro Martins
Data de inclusão: 09/06/2014
Fone: () 
Contato: Rogerio
Empresa: #INCorporativa*
Entrar em contato: Entrar em contato
Grupo editorial: [Arte-Cultura-Lazer][Cidades][Nacional]
Este Release foi visto 1757 vezes

Assessoria de Imprensa
LOGIN -  Inserir Release
Cadastrar Assessoria
Receber Clipping
 
Clipping para Editores
Cadastrar Midia
Alterar cadastro de Midia
egoi
 
Alguns veículos cadastrados no clipping:
midias
 
 
 
 
 
 
  editora  

INCorporativa Comunicação

Publique seu livro - Saiba mais
   
       
       
       
 
       
 
Institucional
Quem Somos
Política Privacidade
Como funciona
 
Nas Redes Sociais  
Facebook Twitter
Linkedin ME Adiciona
 
Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação, à Revista ou Pautas INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.